quarta-feira, 31 de maio de 2006

Encontro de coros

Olá
No próximo sábado, às 21.30 horas, no Auditório Municipal, vamos realizar o II Encontro de Coros
Vão estar em palco os Coros das Academias de Lousada, Castelo de Paiva e Àgueda.
É uma iniciativa promovida pela ACML. Não percam, venham assistir a este lindo evento e constatar como se canta bem nas nossas escolas.
E já agora...Façam o favor de serem felizes.
Bjs

sexta-feira, 26 de maio de 2006

quinta-feira, 25 de maio de 2006

Parabéns, mas não só!

Foi com entusiasmo que recebi o nosso À Colcheia e apressei-me a lê-lo, pois estava extremamente curiosa por ver o resultado do trabalho e do empenho do novo Corpo Redactorial, formado por alguns alunos desta Academia.
Gostei de tudo: da cor; das fotografias; do editorial; das entrevistas; das curiosidades; do cantinho do aluno; da jovialidade, tanto da apresentação como da linguagem e dos assuntos tratados; apreciando principalmente o bem escritos que estavam a maioria dos artigos. Conclusão: estão todos de Parabéns.
No entanto houve um artigo no Cantinho do aluno que me espantou, agora pela negativa. O referido artigo era de um aluno, que embora se auto apelidasse de “humilde” me pareceu no mínimo atrevido.
O artigo começa por dizer que de há algum tempo a esta parte os alunos sentem vontade de apresentar projectos nos concertos finais e eu tenho que perguntar: Que alunos? É que os meus alunos estão fartos de apresentar ideias nos concertos. Quais projectos? É que a mim nunca nenhum outro aluno me propôs apoiar projecto algum. Porque desistem? A esta pergunta o “representante” desses alunos responde com facilidade! Supondo eu que as percentagens apresentadas, pela sua precisão, só poderiam ter resultado de um inquérito devidamente elaborado e de dados cientificamente tratados, felicito-o pela coragem de ter levado a cabo tal tarefa sem nenhum apoio por parte dos professores.
Este aluno é o mesmo que se apresentou no Concerto de Carnaval com um projecto autónomo, sem ter pedido apoio ou sequer opinião de nenhum professor, e embora eu não tenha entendido muito bem o objectivo da sua apresentação felicito-o por tal proeza.
Quer-me parecer que estamos numa escola bastante dinâmica e como prova podemos simplesmente consultar o Calendário de Actividades ou assistir a um qualquer concerto.
Quer-me parecer que alguns alunos também se mostram bastante dinâmicos e têm vindo a provar que são capazes de apresentar projectos consistentes, prova disso é por exemplo este jornal.
Quer-me parecer que os professores se mostram bastante receptivos às ideias e projectos dos alunos, prova disso é a recém criada Associação de Estudantes.
O que me quer parecer, infelizmente, é que este aluno simplesmente reivindica um tratamento que outros, talvez mais fazedores que faladores, já têm. Para mim, e ao longo da minha vida tem vindo a ser cada vez mais óbvio, existem coisas que não se impõem, conquistam-se. No entanto, estou ansiosa que o referido aluno me proponha qualquer projecto para eu apoiar.
Para finalizar, e porque aquilo que é bem feito deve ser bem elogiado, gostava de deixar novamente as minhas felicitações a todos os intervenientes no processo de elaboração deste jornal e pedir que continuem sempre a inovar.


Prof. Rute Cruz

Dia Mundial da Criança

Olá
No próximo dia 1 de Junho é o Dia Mundial da Criança, festejamos o dia dos "futuros adultos".
A nossa escola vai convidar vários Jardins de Infância para participarem nas nossas actividades musicais.
Vamos contar-lhes uma história à volta do piano, vamos mostrar-lhes o interior do piano, vamos jogar com o heroi da nossa história...
Para os nossos alunos a tarde será diferente, verão um DVD da Opereta "Um Sonho Mágico", cujos protagonistas são bem nossos conhecidos.
No final haverá uma surpresa!!!
Até lá.

quarta-feira, 24 de maio de 2006

Eureka consegui !!!!!

Sinto-me feliz, realizada, já não me sinto sozinha, depois de tantas tentativas consegui fazer o registo neste blog.
Agora já posso dizer o que penso, tendo a certeza que alguém me "ouve".
Este é quase o dia mais feliz da minha vida.
Enfim, até breve.

O concerto do passado sábado

Bom dia
É só para dizer que, quem não assistiu no passado sábado ao concerto realizado no Auditório Municipal, nem sabe o que perdeu...
Bem as Orquestras de Cordas e Sopros da Escola de Música de Perosinho e os Coros dos meninos do Conservatório do Vale do Sousa (ex. academia de música de Lousada), bem foi do melhor, o som suave e mágico daquelas cordas, com uma leve agressividade dos sopros , as vozes "angelicais" dos meninos e meninas e ainda a bela interpretação dos Solistas do "Rei Leão" ( que aliás estavam magnificamente pintados pelo Sr. Narciso Marques, desde já muito gratos lhe estamos), bem tudo isso foi excepcional foram uns momentos únicos.
Parabéns à Professora Sandra Monteiro que tem sido incansável a afinar aquelas cerca de 70 vozes (diabinhos...) não é fácil, mas muito gratificante.
Parabéns para todos.
Façam o favor de serem felizes.

terça-feira, 23 de maio de 2006

Matriculas para o ano lectivo 2006/2007

Olá
Estamos a chegar ao final do 3º período.
Então está na hora de pensares em te inscreveres para o próximo ano lectivo no Conservatório do Vale do Sousahttp://www.acmlousada.com (ex. Academia de Música de Lousada).
Aqui vai a informação dos curso que estão autorizados para lecccionar, tens muitos à escolha.
Inscreve-te naquele que mais te entusiasme.
Se quiseres mais informação dirige-te à Secretaria, as funcionárias dar-te-ão (com toda a simpatia) toda a informação.
Até lá!

sábado, 20 de maio de 2006

Recital de Oboé e Piano

Realizou-se ontém no Auditório Municipal o Recital de Oboé e Piano por Pedro Filipe e Susana Serra. Estes músicos formados na Universidade de Évora proporcionaram uma noite musical extremamente agradável, percorrendo um universo sonoro de influências populares: Bela BartóK, Astor Piazzola e por vezes com carácter divertido: Preludio e Variações sobre o Carnaval de Veneza.
Extremamente profissionais na sua apresentação, demonstraram, também, uma grande apreciação pela estrutura organizacional da Academia de Música, suas instalações e empreendimento dos seus profissionais e dirigentes: administrativos e pedagógicos, que têm trabalhado, incansavelmente, para a divulgação, promoção e ensino da Música nesta região.
Ficaram as músicas e as palavras... a promessa de novos encontros entre as populações escolares das diferentes escolas que representam: Óbidos, Leiria e Lousada.
Pela minha parte um abraço... e até sempre! A casa é vossa!

quinta-feira, 18 de maio de 2006

O Processo de Bolonha

O Processo de Bolonha teve na sua origem a «Declaração da Sorbonne», assinada conjuntamente pelos ministros da Educação dos quatro maiores países europeus a 25 de Maio de 1998, pela comemoração dos 800 anos daquela Universidade francesa. O objectivo era «harmonizar a arquitectura do sistema de Ensino Superior europeu».
Esta iniciativa partiu dos chamados países ricos e criou um certo mau estar e reacção dos países mais pequenos, pelo facto destes não terem sido previamente consultados. Nesta altura em França discutia-se o seguinte documento: o Relatório Attali, que defendia um Modelo Europeu de Ensino Superior, nos seguintes termos: «sem uniformizar os seus sistemas, os países da Europa deverão optar por uma certa harmonização dos cursos e dos diplomas e definir um modelo europeu específico, nem burocrático nem dominado pelo mercado. Só ele terá a dimensão necessária para suster a mundialização e promover os valores próprios de um continente onde, pela primeira vez na história moderna, foi criada uma universidade».
O Relatório Attali propunha o famoso sistema 3-5-8, não sendo de estranhar que muita gente acreditasse que esse sistema era o proposto pela «Declaração da Sorbonne».
Em 1988, em Bolonha, os reitores das universidades europeias já tinham subscrito a «Magna Charta Universitatum»; neste contexto, um pouco em reacção à «Declaração da Sorbonne», realizou-se nesta cidade italiana, em Junho de 1999, uma cimeira ministerial envolvendo 29 países. A «Declaração de Bolonha», então assinada, ficou conhecida por The European Higher Education Área. No sentido de alcançar a harmonização e uniformização dos sistemas de Ensino Superior a nível europeu, propunha-se aumentar a competitividade dos sistemas de ensino e promover a mobilidade e a empregabilidade no espaço europeu. É precisamente neste documento que constam as primeiras linhas de acção:
- adopção de um sistema de graus compreensíveis e comparáveis;
- adopção de um sistema baseado em dois ciclos de ensino;
- estabelecimento de um sistema de acumulação e transferência de créditos;
- promoção da mobilidade de estudantes, docentes, investigadores e outros trabalhadores, através da remoção de obstáculos administrativos e legais ao reconhecimento de diplomas;
- promoção da cooperação europeia na avaliação da qualidade do Ensino Superior;
- promoção da dimensão europeia do Ensino Superior.
Em Maio de 2001, Praga, uma nova cimeira ministerial avaliou o progresso e definiu novas etapas para o «Processo de Bolonha», definindo três novas linhas de acção:
- inclusão de estratégias de aprendizagem ao longo da vida;
- envolvimento das instituições de Ensino Superior e dos estudantes como parceiros essenciais do processo;
- promoção do Espaço Europeu de Ensino Superior, quer a nível europeu quer mundial.
Neste mesmo encontro a ESIB (Associações Nacionais de Estudantes na Europa), entre outras entidades, foi considerada membro observador e juntou-se ao Grupo de Acompanhamento.
Em Berlim, Setembro de 2003, nova reunião decorreu tendo sido decidido acelerar o processo através do estabelecimento de um prazo intermédio (2005) para concretização das seguintes etapas:
- certificação da qualidade do Ensino Superior;
- adopção da estrutura de ensino baseada em dois ciclos principais;
- reconhecimento dos graus: Licenciatura, Mestrado, Doutoramento, e períodos de estudo, através da emissão gratuita de um suplemento ao diploma, num idioma amplamente falado na Europa. Os ministros consideraram, ainda necessário, alargar o objectivo de dois ciclos de estudo, pelo que foi adicionada uma décima linha de acção:
- inclusão dos programas de doutoramento como um terceiro ciclo, promovendo a ligação entre o Espaço Europeu de Ensino Superior e o Espaço Europeu de Investigação.
Em Maio de 2005, teve lugar nova cimeira, desta vez em Bergen, que deu mais um passo rumo ao objectivo de criar uma Área Europeia de Ensino Superior (AEES) até 2010. Neste encontro o Grupo de Acompanhamento do «Processo de Bolonha» comprometeu-se a:
- reforçar a dimensão social do Processo;
- remover os obstáculos à mobilidade até 2007;
- implementar as linhas orientadoras da gestão/certificação da qualidade;
- implementar as estruturas nacionais de qualificações;
- criar e reconhecer diplomas conjuntos;
- criar percursos flexíveis de aprendizagem.
A próxima conferência será realizada em Londres em 2007.

Referência Bibliográfica:

Carvalho, M. (2006). Origem e evolução do “Processo de Bolonha”. Spn informação, Ano XXI
II série (4), pp. 14-15.

quarta-feira, 17 de maio de 2006

Audição de Classe

A Classe de Guitarra do Professor António Pacheco vai realizar, no dia 29 de Maio, a sua última aprersentação pública, onde participarão todos os seus alunos. O evento decorrerá, pelas 18,45 horas, nas instalações da Academia de Música.

terça-feira, 16 de maio de 2006

Oboé e Piano

Realiza-se no próximo dia 19 de Maio, pelas 21,30 horas, no Auditório Municipal, um RECITAL de Oboé e Piano por, Pedro Filipe e Susana Serra.
A não perder!

olá a todos...

olá...
Acho muito interessante a ideia de a Academia ter criado um blog...
pois para além da Associação de Estudantes este é mais um local onde podes dizer tudo aquilo que pensas (mas com modos..lol)...dar as tuas ideias, fazer as tuas críticas e também um local onde te podes manter informado sobre a Academia e podes nos informar também...lol...
abraço a todos...
estudem muito....lol....

Blog Música

A Academia de Música de Lousada criou este espaço para todos os alunos, professores e toda a comunidade educativa colaborar.
Faz ouvir a tua voz!