quarta-feira, 5 de dezembro de 2007

Sala «Clemente Bessa»

Ontém, 4 de Dezembro, foi um dia, ou uma noite, que a história regista: a história do Conservatório e simultaneamente a história da Associação de Cultura Musical de Lousada. Em homenagem ao Sr. Presidente da Associação (Clemente Bessa), que ao longo destes sete anos tem dirigido de forma exemplar os destinos desta Associação e em particular o Conservatório do Vale do Sousa, foi realizado um Concerto por professores desta Escola, de alto nível musical e estético para fruição de todos quantos se designaram estar presentes. O Concerto, teve a particularidade de homenager o Sr. Presidente e realizou-se numa sala devidamente apropriada para o efeito (diga-se de passagem muito bem decorada - parabéns) que passou a ter o seu nome: «Clemente Bessa». Uma homenagem simples mas significativa (emocionada) do reconhecimento depositado de quantos trabalham nesta casa e desejam uma Escola ainda maior, ou seja a sua continuidade. É reconhecido, sem margem para dúvidas, o trabalho realizado de alto nível que nos coloca, Escola, num patamar superior, incontornável, no contexto da região do Vale do Sousa. Contudo, circunscrever-se a notável ascenção desta Escola apenas à região é, de certa forma, ignorar os factos porque o nome do Conservatório do Vale do Sousa é já uma referência nacional. Mas queremos mais... muito mais! Este trabalho não pode ser interrompido sob pena de um processo retrógrado, que de forma alguma me passa pela cabeça, e poderia causar a destruição de anos e anos de trabalho e de empenho. Mas não só: a grande questão coloca-se na educação dos nossos jovens.... e sem música a educação fica muito incompleta, muito mais pobre. Hoje, é impensável educar sem música! O Conservatório do Vale do Sousa é um marco onde o processo educativo inclui as vertentes de formação geral e musical e é daqui que advém a nossa identidade (digo eu). É preciso continuar e, desta forma, faço um apelo (pessoal) no sentido de permanecer à frente dos destinos desta Associação para bem de todos. Da minha parte farei tudo o que estiver ao meu alcance para contribuir neste processo de crescimento.
Muito obrigado!
António Pacheco.

1 comentário:

nandacml disse...

Concordo plenamente com as palavras de Prof. António Pacheco.
Estando eu nesta casa há quase doze anos, posso dizer com toda a convicção que nunca esta casa teve uma gestão administrativa como esta ( não tirando todo o mérito das Direcções anteriores, que foi fundamental para esta Associação)é claro que o Sr. Bessa é a pessoa que mais «dá a cara» que mais se empenha, para que esta casa esteja na situação de poder continuar a crescer e de «cara erguida» como tem sido ao longo destes sete anos.
Não pode esta Direcção, em particular o Sr. Bessa, entregar de «bandeja» esta Associação a algum ilustre desconhecido que poderá, (ou não) vir em busca de protagonismo (politico, ou não)e deixar cair por terra todo o trabalho árduo que foi feito ao longo deste sete anos.
Deixo aqui também o meu apelo ao Sr. Bessa e a toda a Direcção: Não nos abandonem, NÓS VIVEMOS E DEPENDEMOS DESTA CASA e gostamos de trabalhar com esta equipa.

Fernanda Oliveira